NOTÍCIAS

Compartilhar:

Emilio Franco Jr. - 30/03/2015

Dirigentes sindicais da Baixada Santista protestam contra medidas que alteram benefícios trabalhistas

Os dirigentes do Sintetel da Baixada Santista participaram de uma manifestação contra as medidas provisórias do governo Dilma que mexem em direitos trabalhistas, entre eles, o acesso ao seguro-desemprego. O ato ocorreu nesta segunda-feira, 30 de março.

Ainda no final do ano passado, o governo editou as medidas provisórias 664 e 665, que alteram, além do seguro-desemprego, as regras do abono salarial, seguro defeso, pensão por morte, auxílio-doença e auxílio-reclusão. 

No caso do seguro-desemprego, a medida dificulta o acesso ao benefício ao aumentar de seis para 18 meses o período de trabalho necessário para garantir a ajuda em caso de perda do emprego. 

As centrais sindicais continuarão pressionando para que as medidas sejam revogadas. Na Baixada Santista, novo ato está agendado para 12 de abril. 

NOTÍCIAS POR EMPRESA