NOTÍCIAS

Compartilhar:

Emilio Franco Jr. - 31/07/2014

Desrespeito da Alma Viva está passando dos limites

A Alma Viva tem dado demonstrações de que pouco se importa com o seu trabalhador. Existem problemas recorrentes na empresa, denunciados diversas vezes pelo Sintetel em reuniões. A Alma Viva sempre promete resolver as reclamações, mas não faz nada de fato para solucioná-las. 

São frequentes os casos de assédio moral e sexual e descumprimento da NR-17, como restrições em relação ao uso do banheiro. Soma-se a isso o descumprimento da Convenção Coletiva da categoria, o que é crime, já que o documento tem força de Lei. A empresa ainda aplicou o reajuste salarial de forma proporcional.

Para completar, a empresa tem submetido os novos trabalhadores a treinamento de até 30 dias sem nenhum tipo de remuneração. Essa questão já foi denunciada ao Ministério Público.

O Sindicato já tentou resolver todos esses problemas por meio do diálogo, mas essa não é a linguagem que a empresa entende. A Alma Viva parece estar querendo ver a força do trabalhador e do Sintetel juntos. 

“Vamos nos preparar para mudar nossa forma de reivindicar nossos direitos, se for o caso, vamos mostrar nosso poder de mobilização e deixar clara nossa indignação”, afirma Fábio Oliveira, dirigente do Sintetel. 

NOTÍCIAS POR EMPRESA