Notícias

Filtro por empresas

Redação - 30/11/2017

Nextel consegue piorar a proposta; Sindicato recusa

A Nextel piorou a proposta apresentada anteriormente. Agora, a empresa trocou o reajuste por abonos cujos porcentuais e valores representam perdas para os trabalhadores. A Nextel propõe o seguinte:

Para quem ganha até R$ 4.000 -> abono de 21% do salário e aplicação do reajuste de 1,73% em agosto de 2018

Entre R$ 4.001 e R$ 8.000 -> abono de 15,6% do salário e aplicação do reajuste de 1,30% em agosto de 2018

Acima de R$ 8.000 –> abono de R$ 1.500  e aplicação do valor fixo de R$ 125,00 em agosto de 2018.

Benefícios -> 1,73% a partir de janeiro

Banco de horas -> excluir o valor adicional pago e deixar apenas a compensação da hora a mais trabalhada.  

PPR 2017

• Adiantamento de 30% 
Os trabalhadores que recebem variável ficam excluídos deste benefício!

SINDICATO SEGUE COBRANDO: 
• Ganho real para os trabalhadores
• Carga extra no VR/VA em dezembro
• Vale Cultura e outros itens da pauta de reivindicações 
• Garantia de não implantação de precarizações da nova lei trabalhista
• Inclusão no PPR dos trabalhadores que recebem varável

A Nextel ficou de debater internamente e agendar uma nova data.