Notícias

Filtro por empresas

Da redação - 12/01/2018

Sintetel cobra negociações do PPR/2017 no teleatendimento

As empresas do setor se calaram e fugiram da raia.

Nós tivemos uma reunião em meados de dezembro para negociar o PPR/2017. Naquela reunião, recusamos a proposta apresentada pelas empresas. O motivo da recusa foi que os indicadores de medição prejudicavam os trabalhadores.

O Sintetel propôs que para o PPR/2017 fosse mantido o mesmo modelo atual. Como não houve acordo, ficou marcada uma nova reunião para o início de janeiro.

Porém, os patrões roeram a corda. A reunião que estava marcada para o início de janeiro/2018 foi cancelada pelas empresas. 

Desde então, as empresas não se manifestaram mais. O Sintetel está cobrando quase que diariamente a reabertura das negociações.

Estamos alertando as empresas que o PPR é de 2017 e nós já estamos em 2018! Trata-se de um desrespeito com o trabalhador, pois todos já contavam com o dinheiro.

Estão envolvidas na negociação empresas como Atento, LiQ-Contax, AlmvaViva, Teleperfomance, entre outras. Vale ressaltar que essa negociação não inclui as empresas que já fecharam acordo de PPR.

Comunicado

RESERVA DE COLÔNIAS

Reforçamos que, caso o pagamento não seja feito dentro do prazo estipulado, as reservas das colônias são canceladas automaticamente. 

Facebook